Um especialista sempre à sua disposição

211 451 223 Nós ligamos

Gás e Luz mais barata: Dicas e Tarifas para saber como poupar energia

You are here

Poupar Energia

São várias as dicas e opções que o ajudam a saber como poupar energia em sua casa. Comparar preços e encontrar a tarifa de luz mais barata é o primeiro de muitos passos.

Poupar Energia

Independentemente da tarifa contratada ou da fornecedora de luz ou gás natural pela qual optou, o objetivo é sempre o mesmo: poupar ao máximo nas suas faturas de energia. Na hora de contratar uma tarifa, lembre-se que as tarifas duais, que aliam a eletricidade e o gás natural no mesmo contrato, podem trazer muitas vantagens, representando muitas vezes preços de energia mais baratos.

Por vezes, não basta contratar os preços que lhe parecem mais baratos para rentabilizar ao máximo o seu consumo de energia. Há pequenos de detalhes e rotinas que podem causar um impacto positivo no preço que paga ao fim do mês.

Uma das dicas mais fundamentais para poupar energia é enviar as leituras dos contadores de luz e gás natural regularmente. Isto faz com que as contas das suas faturas de energia sejam sempre feitas a partir do seu consumo real, e não de estimativas. Mas além disso, existem muitas mais dicas para poupar energia que lhe podemos dar de forma pagar o menos possível pela energia que consome.

Como Poupar Energia: Tarifas mais baratas

Para comparar tarifas do mercado livre de energia em Portugal, baseamo-nos num cenário em que uma família consome 2250 kWh num ano e tem uma potência contratada de 6.9 kVA. Ainda assim, há que ter em conta que as tarifas mais baratas também variam consoante o ciclo horário contratado.

Tivemos em conta ofertas de luz sem fidelização e nas quais o consumidor pode escolher se quer optar pela forma de pagamento (multibanco ou débito direto), bem como o tipo de fatura (em papel ou eletrónica).

Já para percebermos qual a tarifa que deve contratar para ser fornecido por um gás natural mais barato, comparamos fornecedoras como se o consumo anual fosse de 900 kWh (escalão 1) numa residência do Porto, onde a distribuidora de gás natural é a Portgás.

Para fazer as suas próprias contas, utilize o nosso simulador de preços de eletricidade.

Mudar Fornecedor Energia

Quer começar a poupar energia já hoje?

Damos dicas de poupança e aconselhamos as melhores ofertas de luz e gás natural do mercado livre em Portugal.

Medidor de Consumo de Energia

O medidor de consumo de energia pode ser uma opção se quer controlar o consumo dos eletrodomésticos. O preço destes aparelhos pode variar muito. Pode comprar um medidor a partir de 8€ se este contabilizar o consumo elétrico de um aparelho pequeno.

No entanto, pode ter de pagar mais de 90€ se pretende que o medidor contabilize o seu consumo por fases ou seja indicado para eletrodomésticos com uma maior potência. Isto pode ser evitado se conhecer o consumo de cada eletrodoméstico.

Eis os passos que deve tomar para saber quanto vai pagar pelas suas faturas de energia:

  1. Escolher a potência ideal;
  2. Identificar o termo de potência (termo fixo) que corresponde a essa potência e multiplicá-lo pelos dias faturados;
  3. Identificar o termo de energia (termo de consumo) correspondente e multiplicá-lo pelos kWh consumidos - pode encontrar esta informação no seu contador;
  4. Somar os dois valores;
  5. Acrescentar as taxas e impostos de luz ou gás natural;
  6. Eis o valor da sua fatura de energia.

Poupar Luz e Gás: Eficiencia Energetica

Se quer poupar nas faturas, importa saber qual o eletrodoméstico que consome mais energia. Isso não significa que o deixe de utilizar mas implica que tenha mais cuidados e atenção sempre que o tem de usar. Por exemplo, não quer dizer que deixe de lavar a loiça à máquina, mas deve fazê-lo apenas quando já tem a máquina cheia, para rentabilizar a energia utilizada. Também não dizemos para passar o Inverno sem acender o aquecedor, mas quando o fizer, deve procurar os horários em que a luz é mais barata e garantir que tem a casa bem isolada para minimizar as perdas de calor.

Eis a tabela de consumo de energia dos eletrodomésticos com os valores são estimativas médias do consumo dos aparelhos.

Potência Eletrodomésticos (watts)
Aquecedor 2000
Aspirador 1000
Ferro de Engomar 1750
Frigorífico 125
Máquina de lavar roupa 2250
Máquina de lavar loiça 2500
Microondas 1200
Televisão 50

Na hora de comprar novos eletrodomésticos, deve ter em conta a sua eficiência energética. Comprar aparelhos energeticamente eficientes pode parecer, ao início, mais caro. No entanto, ao consumirem menos energia, vão revelar-se um bom investimento a médio ou longo prazo.

  • Exemplos de poupança com eletrodomésticos eficientes
  • Substitua uma máquina de lavar roupa da classe B por outra da classe A+++ para reduzir até 57% do consumo de energia;
  • Troque a máquina de lavar loiça da classe D por uma da A+++ para reduzir pelo menos 40% do seu consumo de energia;
  • Em vez do frigorífico combinado D, invista num eletrodoméstico A+++ e reduza o consumo até 21%;
  • Substitua o forno elétrico D por um A+ e consiga reduzir o seu consumo em 45%.

Se quer ter uma estimativa do que consome anualmente de eletricidade e gás natural na sua casa, utilize a nossa plataforma de estimação do consumo médio de energia. Aí fica a conhecer qual o seu consumo de eletricidade e gás natural, bem como qual a potência a contratar. Os dados que devem ser indicados para que a plataforma da Selectra faça uma estimativa o mais correta possível, deve saber indicar dados como:

  • Tipo de imóvel;
  • Quanto tempo passa em casa - se todo o dia ou apenas final do dia e fins de semana;
  • Qualidade do isolamento;
  • Energia utilizada para o aquecimento da água
  • Energia utilizada para o aquecimento da casa;
  • Tipo de caldeira;
  • Quantidade de eletrodomésticos em casa - fornos, televisões, computadores, máquinas de lavar, frigorífico, arca congeladora.

Consumo Médio Eletricidade Habitação

Além de conhecer a potência dos aparelhos que tem em casa, deve contabilizar o consumo médio de eletricidade na habitação. Antes de mais, saiba que o consumo de energia em casa divide-se em 5 segmentos:

  • Águas quentes sanitárias;
  • Climatização;
  • Cozinha;
  • Equipamentos, como televisão e computadores;
  • Iluminação.

Enquanto o consumo dos aparelhos domésticos da cozinha é responsável pela maior parte dos gastos em eletricidade, no que diz respeito ao que gasta em gás natural, aos eletrodomésticos da cozinha, juntam-se os das águas quentes sanitárias.

Portugal tem das faturas de energia mais caras da Europa - estima-se que, em média, os portugueses gastem mais de 770€ em energia por ano, 67% em eletricidade e 33% em gás natural. O cenário agrava-se quando, aos preços de energia altos, se alia o pouco poder de compra. No entanto, há formas de contornar o problema ou de, pelo menos, amenizá-lo. Lembre-se que, mesmo sem conseguir evitar a taxa de energia imposta em todas as faturas, pode diminuir o seu consumo de kWh ou diminuir a potência contratada para poupar. Mas estas não são todas as dicas, confira mais abaixo.

Consumo Médio Eletricidade por HabitaçãoCada habitação consome, em média mais de 2100 kWh por ano. Este valor diz respeito aos consumos em baixa tensão, ou seja situações residenciais e com clientes com potências contratadas iguais ou inferiores a 41.4 kVA.

Dicas e Formas de Poupar Luz e Gás

Depois de perceber o consumo de kWh dos eletrodomésticos, apresentamos algumas dicas de poupança que lhe podem ser úteis para baixar o valor apresentado nas faturas de energia.

Poupar Luz
  • Manter os eletrodomésticos em boas condições, para evitar perdas de rendimento;
  • Desligar os eletrodomésticos na ficha, evitando o modo standby;
  • Ao utilizar o forno, cozinhar vários alimentos ou refeições ao mesmo tempo;
  • Abrir a porta do frigorífico o menor número de vezes possível e apenas quando já sabe o que quer retirar de lá;
  • Regular a temperatura do frigorífico entre 3ºC e 5ºC e o congelador em -18ºC;
  • Aproveite a luz natural o máximo possível, evitando ligar a luz durante o dia;
  • Procurar optar por eletrodomésticos com rótulos ecológicos - Ecolabel;
  • Não comprar equipamentos com capacidade maior do que aquela que necessita;
  • Não abrir a porta do forno enquanto cozinha para diminuir o desperdício de calor;
  • Não colocar alimentos ainda quentes no frigorífico
  • Não utilize lâmpadas incandescentes - substitua por lâmpadas LED e poupe até 90%;
  • Não imprimir documentos que pode consultar digitalmente - se precisar de fazer uma impressão, utilize folhas rascunho e modo preto e branco;
  • Não tomar banhos de imersão nem duches prolongados - além de gastar demasiada água, é maior o gasto de energia para a aquecer.

E lembre-se que além de pagar menos pelas suas faturas de luz e gás, há mais razões porque devemos poupar energia: a proteção do meio ambiente e a maior eficiência na utilização dos recursos são exemplos disso.

Recordamos que as fornecedoras de energia apostam cada vez mais em tecnologias e apps que facilitam a vida do cliente e, consequentemente, fazem com que poupe mais no final de cada mês. No caso da EDP, já existe a EDP Redy, que lhe permite controlar remotamente o consumo de cada eletrodoméstico que tem em casa.

Mas esta não é a única empresa de energia a apostar em aplicações do género. Entre as comercializadoras que já apresentam apps de controlo à distância do seu consumo de energia contam-se, por exemplo, a Iberdrola, com a "Tu Consumo", ou a Naturgy, com a "Naturgy Confort".