Um especialista sempre à sua disposição

211 451 223 Nós ligamos

Gestões de Energia: Mudar de Fornecedor

You are here

Mudar Fornecedor

Desde que o Mercado Livre de Energia chegou a Portugal, os clientes de luz e gás podem mudar de fornecedor sempre que considerem que a comercializadora com quem têm contrato não é a que lhes traz mais vantagens. Todos procuram as empresas de eletricidade mais barata e importa, antes de mudar de fornecedora, comparar preços de eletricidade e gás e reparar nos serviços energéticos oferecidos por cada empresa.

Mudar de Fornecedor de Energia

Mudar de fornecedor de energia, seja de luz ou de gás natural, é uma decisão que pode tomar sempre que se aperceber que a comercializadora e o contrato que tem em vigor já não são os mais vantajosos para o seu consumo. Saiba que, em qualquer momento, pode fazê-lo de forma rápida e gratuita. Ainda assim, para que estas facilidades não o façam tomar uma decisão impulsiva, lembre-se de comparar fornecedoras e tarifas de energia antes de mudar a companhia que fornece luz ou gás ao seu imóvel.

Esta mudança de fornecedor é um processo permitido desde 2006, o ano em que se oficializou o Mercado Livre de Energia em Portugal. Para já, todos os consumidores podem decidir se ficam no Mercado Regulado de Eletricidade - EDP Serviço Universal - ou se mudam para a companhia de que mais lhe convém. No entanto, a partir de 2020, todos os consumidores são obrigados a ter uma fornecedora de Energia que não a do Mercado Regulado, uma vez que este vai deixar de existir.

Se está a pensar quanto custa mudar de fornecedor de energia, saiba que este processo é completamente gratuito.

No entanto, antes de fazer esta troca, lembre-se que é importante consultar todas as informações disponibilizadas pelas fornecedoras de energia - tarifas, ciclos horários, serviços adicionais e descontos para clientes - e cruzar informações de forma a comparar preços de eletricidade e gás. Eis os principais fatores que deve privilegiar ao contratar uma nova fornecedora:

  • Preço do kWh;
  • Atendimento ao Cliente;
  • Transparência da Empresa;
  • Flexibilidade de Pagamento;
  • Tipo de Faturação.

Como mudar de fornecedor de energia elétrica?

Pode agendar a mudança de fornecedor de luz com o seu comercializador de forma a garantir que está em casa nesse momento e que sabe exatamente a partir de quando vai estar a consumir eletricidade do novo fornecedor.

Resta ainda uma outra dúvida: quanto tempo demora a mudar de fornecedor de luz? Saiba que, apesar do prazo máximo de transição ser de 3 semanas, normalmente o processo fica concluído em 5 dias úteis.

Conheça aqui as fornecedoras de luz que atuam atualmente no mercado da eletricidade português:

Fornecedoras de Luz
  • Aldro;
  • Alfa;
  • Audax;
  • Axpo;
  • Ecochoice;
  • EDP Comercial;
  • Elec Energy;
  • ENAT;
  • Endesa;
  • Energia Simples;
  • Galp Power;
  • Goldenergy;
  • HEN;
  • Iberdrola;
  • Jafplus;
  • Logica Energy;
  • Luzboa;
  • Luzigás;
  • Muon;
  • Naturgy;
  • PT Live;
  • Rolear Viva;
  • YLCE.

Ciclos Horários e Potências a Contratar

Na hora de mudar e contratar nova fornecedora de luz, nem só o preço das tarifas importa. Os ciclos horários e as potências disponíveis são fatores importantes para se certificar que tem uma tarifa adequada ao seu consumo, aos eletrodomésticos que tem em casa e o tempo que passa no seu imóvel. Ao contratar luz em Baixa Tensão Normal (BTN), pode optar por três ciclos horários de eletricidade:

  • Simples;
  • Bi-horário;
  • Tri-horário.

Ao escolher o ciclo horário simples de luz não conta com nenhuma diferenciação de preços de luz durante todo o dia. Já se optar pelo bi-horário, os preços da eletricidade vão variar: vai ser mais barata durante a noite e mais cara durante o dia. Por fim, caso escolha o tri-horário vão-lhe ser apresentados três valores, dependendo da altura do dia.

Os períodos horários da eletricidade podem ser semanais ou diários. Caso contrate uma tarifa com ciclo horário semanal, os preços variam, dependendo se se trata de um dia útil ou de um dia de fim-de-semana. Já se for um ciclo diário, os períodos são iguais todos os dias da semana.

Como influenciam os ciclos horários o preço do kWh?
Ciclo Horário Simples Não tem períodos horários e, por isso, o preço do kWh de eletricidade é sempre o mesmo, independentemente da hora do dia.
Bi-Horário Dois períodos horários: Vazio e Fora Vazio. A eletricidade mais barata no Vazio (das 22h às 8h) e mais cara no Fora Vazio (das 8h às 22h).
Tri-Horário Três períodos horários: Ponta, Cheias e Vazio. Aqui o período de Vazio (das 22h às 8h) é o que tem a eletricidade mais barata e o de Ponta (das 8h30 às 10h30 e das 18h às 20h30) é o que tem a mais cara. Já o período Cheias representa o preço intermédio e é praticado das 8h às 8h30, das 10h30 às 18h e das 20h30 às 22h.

A mudança de hora em Portugal também influencia estes ciclos, uma vez que existem dois tipos de horário: o de Inverno e o de Verão. Importa, por isso, lembrar que os ciclos horários em Portugal Continental diferem dos períodos horários dos Açores e Madeira e que as horas apresentadas acima são referentes aos ciclos no Continente e no horário de Inverno.

Já a potência contratada pode ir dos 1.15 kVA até aos 41.4 kVA quando contratada em Baixa Tensão Normal (aconselhado para uso residencial e pequenos negócios). Eis os valores de potência que pode contratar:

Potências de Luz a Contratar
  • 1.15
  • 2.3
  • 3.45
  • 4.6
  • 5.75
  • 6.9
  • 10.35
  • 13.8
  • 17.25
  • 20.7
  • 27.6
  • 34.5
  • 41.4

Note que, apesar destas serem todas as potências de eletricidade disponíveis para contratação, nem todas as fornecedoras têm todas as potências nas suas tarifas. Enquanto algumas trabalham apenas potências a partir dos 3.45 kVA, outras não operam com uma potência elétrica superior a 20.7 kVA.

Documentos a apresentar à Comercializadora de Luz

Se já decidiu contratar luz a uma nova fornecedora, saiba que há alguns documentos e informações que deve apresentar.

  • Documentos Necessários para Mudar de Fornecedor de Eletricidade
  • Número de Contribuinte do Titular do Contrato de Luz;
  • Contrato de Arrendamento ou Escritura do Imóvel;
  • Potência de eletricidade a contratar;
  • Código do Ponto de Entrega (CPE);
  • Morada do imóvel;
  • Dados de pagamento das faturas;

Como mudar de fornecedor de gás natural?

Tal como acontece na alteração de fornecedor de luz, quando quer alterar o fornecedor de gás natural não deve esperar mais de três semanas para que o processo fique concluído e esteja a consumir luz da empresa contratada. No entanto, normalmente, a mudança é realizada num prazo de 5 dias úteis. Eis os fornecedores de gás natural que atuam, atualmente, em Portugal:

Fornecedoras de Gás
  • Audax;
  • EDP Comercial;
  • Endesa;
  • Energia Simples;
  • Galp Power;
  • Goldenergy;
  • Iberdrola;
  • Rolear Viva;

Destas comercializadoras, apenas a Iberdrola não oferece tarifas duais de energia. As restantes, além de possibilitarem contratar gás individualmente, também permitem contratar luz e gás numa só tarifa.

Escalões Gás Natural

Os escalões de gás natural contratados são definidos pela distribuidora de gás natural que lhe é atribuída. Apesar de poder mudar de fornecedor de gás natural, a sua distribuidora será a mesma e, por isso, e alteração não vai influenciar o seu escalão.

Escalões e Consumo de Gás Natural
Escalão Consumo de gás natural (m3/ano)
Escalão 1 0 - 220
Escalão 2 221 - 500
Escalão 3 501 - 1000
Escalão 4 1001 - 10 000

Tenha em conta que cada m3 de gás natural fornece uma determinada quantidade de energia. Esta energia pode ser medida em kWh pelo que, nesta situação, tal como acontece quando se aborda a eletricidade, é possível falar-se de preço do kWh de gás.

Documentos a apresentar à Comercializadora de Gás Natural

Para contratar uma nova fornecedora de gás, deve apresentar à empresa determinados documentos pessoais e indicar dados sobre o imóvel.

  • Documentos Necessários para Mudar de Fornecedor de Gás Natural
  • Número de Contribuinte do Titular do Contrato de Gás;
  • Contrato de Arrendamento ou Escritura do Imóvel;
  • Escalão de gás a contratar;
  • Código Universal de Instalação (CUI);
  • Morada do imóvel;
  • Dados de pagamento das faturas;

Até quando posso mudar de fornecedor de energia?

Todas as pessoas que tenham contratado luz ou gás, podem mudar de comercializador as vezes que quiserem. Não existe um número máximo que limite as mudanças de fornecedor de energia. No entanto, deve ter atenção se tem associado algum período de fidelização no contrato de energia que tem atualmente.

Mudar Fornecedor Energia

Quer mudar de fornecedor de energia?

Saiba como pode fazer para mudar de comercializador. Conheça as empresas de eletricidade mais barata e como pode poupar mais ao fim do mês.

Depois de mudar de fornecedora, pode fazer várias gestões ao contrato, alterando, por exemplo, a potência contratada ou o titular do contrato.

Mercado Regulado vs Mercado Livre Portugal

Em Portugal, o Mercado de Eletricidade é livre, facilitando a troca de fornecedores de luz sempre que um cliente o deseje. Mas nem sempre foi assim. A liberalização do setor começou noutros países europeus e o processo foi realizado em Portugal de forma progressiva durante vários anos: de 1995 a 2006. Foi a partir de 4 de setembro desse ano que todos os consumidores puderam contratar luz em Portugal às fornecedoras que considerassem mais vantajosas para os seus consumos.

Esta mudança no Mercado Livre em Portugal, além de ter aumentado a concorrência no setor da eletricidade, fez com que o preço do kWh em Portugal descesse e se tornasse mais competitivo.