Um especialista sempre à sua disposição

211 451 223 Nós ligamos

Como Ler Fatura da Luz EDP, Endesa, Goldenergy, Fatura em Atraso e CPE

You are here

Fatura Luz

Todos os meses recebe uma fatura da luz em casa. Pode ser em formato eletrónico ou em papel, mas importa saber como ler a fatura para perceber qual o consumo de eletricidade que vai pagar, quanto custam os impostos e qual o IVA da eletricidade. Saiba o que é o código de identificação local, o CPE, para que serve e em que situações deve utilizá-lo.


Como Ler Fatura da Luz

Ao início, as suas faturas da luz podem ser difíceis de interpretar. Não só são muitas as informações contidas nas páginas, como também têm, algumas delas, nomes que nunca ouviu. Abaixo explicamos todas as especificidades para que não tenha problemas com as faturas de luz, seja na hora de pagar, seja na hora de as interpretar.

Dados Titular Contrato da Luz

Para celebrar contrato com qualquer fornecedora tem de indicar os dados do titular do contrato de energia, como o nome e o número de identificação fiscal (NIF). Estes dados estão presentes em todas as faturas da luz e são fundamentais para que o contrato esteja correto. No entanto, é possível mudar o titular do contrato de luz em qualquer momento do contrato de forma gratuita.

Eis as situações em que deve alterar o titular do contrato:

  • Compra / Arrendamento de nova casa;
  • Separação de casal em que o titular sai do imóvel;
  • Falecimento do titular.

CPE ou Código de Identificação Local

O Código de Ponto de Entrega (CPE) é o número que identifica a sua instalação elétrica. Esta informação pode ser encontrada na primeira página das suas faturas da luz, na área onde constam os seus dados de cliente, como o nome do titular, a morada de fornecimento ou a potência de luz contratada.

Este Código de Identificação Local é muito importante, uma vez que é muitas vezes solicitado quando quer fazer alguma gestão ao contrato de luz. Apesar de estar presente nas suas faturas, se não tiver acesso às mesmas e quiser saber qual é o seu CPE deve entrar em contacto com a sua distribuidora de eletricidade, a EDP Distribuição.

Taxa Audiovisual, IVA Eletricidade e Impostos

A Taxa Audiovisual nas faturas da luz serve para financiar o serviço público de radiodifusão e televisão, neste caso, a Rádio e Televisão de Portugal (RTP). Todos os clientes, à exceção daqueles que têm um consumo anual de eletricidade inferior a 400 kWh, têm de pagar esta taxa, que já vem incluída nas faturas.

Contribuição Audiovisual 2,85€ + 6% IVA = 3,02€ / mês

Se um cliente tiver poucas possibilidades económicas, pode também ser elegível para uma contribuição reduzida. Nesse caso, pagaria 1€ + 6% IVA. Ou seja, 1,06€ cada mês.

Além desta taxas, também existem impostos da eletricidade. São eles:

  • Taxa de Exploração Direção Geral de Energia e Geologia (DGEG): para a exploração das instalações elétricas. Apesar de ter um valor fixado pela DGEG, é paga ao Estado.
  • Imposto Especial de Consumo de Eletricidade (IEC): também pago ao Estado, foi criado em 2012 e é um imposto sobre os petrolíferos e energéticos. Tem um valor de 0,001€/kWH.
  • IVA da eletricidade: Estabelecido a 23% na maior parte dos fatores mas a 6% no termo fixo (preço da potência contratada) nas faturas de clientes que contrataram potências iguais ou inferiores a 3.45 kVA.

Fatura da Luz

As faturas da luz são essenciais para saber quanto tem de pagar pela eletricidade que consome em sua casa ou na sua empresa. Apesar do modelo base das faturas ser transversal a todas as companhias, há aspetos - ou mesmo a ordem em que cada informação é apresentada - que podem mudar, dependendendo da fornecedora contratada.

Cada fatura de luz tem as suas especificidades. No entanto, há informações que estão sempre nas suas faturas de eletricidade:

  • Dados do Contrato;
  • Dados do Comercializador;
  • Dados para Pagamento das Faturas;
  • Área para Comunicar Leituras;
  • Informação sobre Taxas e Impostos.

Se quer conhecer os pormenores da fatura de eletricidade que lhe é enviada pela sua fornecedora, continue a ler este artigo para conhecer as informações que estão em cada fatura da EDP, Endesa ou Goldenergy. Se o seu contrato de luz não é com nenhuma destas comercializadoras e tem dúvidas sobre as suas faturas não hesite em contactar-nos já.

Mudar Fornecedor Energia

Como ler as faturas de eletricidade?

Entre em contacto connosco para o ajudarmos a ler a sua fatura da luz. Esclarecemos todas as suas dúvidas sobre os dados que lhe são apresentados nas faturas que recebe.

Fatura EDP

Se contratou a luz da EDP, recebe em casa, seja em papel ou em formato eletrónico, faturas da luz para pagar. Saiba aqui quais os dados apresentados nesse documento e como pode interpretá-los para saber como ler a fatura da EDP e conseguir poupar mais no seu consumo de eletricidade.

Como ler Fatura EDP
Página 1

Nome e morada do titular da fatura da luz.

Data de emissão da fatura e período de faturação.

Valor (€) que tem de pagar e a data limite para esse pagamento. Distribuição do valor da fatura pelos diferentes componentes: eletricidade, serviços extra e impostos.

Mensagens e informações úteis da EDP Comercial, normalmente onde surge o número de apoio ao cliente da EDP.

Dicas e descontos para poupar na fatura da luz da EDP.

Imagem de um contador para que possa verificar as leituras que foram utilizadas para calcular o que tem de pagar. Se enviou as leituras atempadamente, a imagem deve coincidir com os valores enviados. Se tal não se verificou, foram utilizadas estimativas. Aqui pode entender os cálculos realizados pela empresa, normalmente baseados nos seus consumos anteriores. Dependendo da tarifa que tem contratada podem aparecer um, dois ou três registos. Isto depende se tem a tarifa simples, bi-horária ou tri-horária, respetivamente.

A data aconselhada para enviar as suas leituras do contador da luz.

Aqui explora-se o preço da eletricidade: entre o uso de redes e gestão do sistema, energia e comercialização e custo de interesse económico.

Todos os dados necessários do titular e do contrato de luz. Inclui o nome do titular, a morada de fornecimento, o número de identificação fiscal (NIF), o tipo de produto contratado, o IBAN e dados da conta do banco do titular, o código do ponto de entrega (CPE) e a potência contratada.

Aqui pode encontrar os principais contactos da EDP: telefones de apoio ao cliente, avarias e leituras, morada para envio de cartas e o endereço da área de cliente EDP online.

Página 2

Tabela com a quantidade de eletricidade consumida durante o período de faturação. Pode consultar o seu consumo tendo em conta o preço do kWh praticado pela sua fornecedora de luz e a potência contratada. Neste campo, surgem também os descontos associados à sua fatura, bem como eventuais abatimentos.

Aqui apresenta-se o valor a pagar pelas taxas e impostos que incidem sobre a eletricidade:

  • Taxa de Exploração Direção Geral de Energia e Geologia: paga ao Estado pela utilização e exploração das instalações elétricas;
  • Imposto Especial de Consumo de Eletricidade: paga ao Estado é um imposto sobre os produtos petrolíferos e energéticos;
  • Imposto de Valor Acrescentado (IVA), que pode variar entre 23% ou 6%, dependendo da potência contratada).

Todas as fornecedoras de eletricidade são obrigadas a colocar nas suas futuras a diferença entre o que o consumidor tem de pagar com este contrato e quanto pagaria com a EDP Serviço Universal no Mercado Regulado, que serve de base de comparação. Assim, o cliente da EDP vai saber sempre se está a poupar ou não.

A fornecedora de luz tem de dizer se, nesse momento, disponibiliza ou não tarifas de eletricidade que possam ser equiparadas ao regime da tarifa regulada, a EDP Serviço Universal.

Página 3

Todos os consumidores de eletricidade têm de contribuir para o serviço público de radiofusão e de televisão - Rádio e Televisão de Portugal. Esta taxa é mensal mas varia consoante as possibilidades económicas dos clientes.

Aqui aparecem quatro quadros distintos:

  • Emissões de CO2
  • De onde vem a minha eletricidade?
  • Como Poupar
  • Conheça os consumos médios dos seus eletrodomésticos

Fatura Endesa

Se contratou a luz da Endesa, deve saber também como ler as faturas que lhe chegam a casa. Eis os dados que constam das três páginas da fatura da Endesa.

Como ler Fatura Endesa
Página 1

Identifica os dados do titular:

  • Nome do Titular
  • Número de Cliente
  • NIF
  • Morada de Fornecimento
  • Código do Ponto de Entrega (CPE)

Data de emissão da fatura da Endesa e período de faturação.

Valor (€) que poupou neste período de faturação ao aderir a determinada campanha ou contratando determinado serviço extra.

O gráfico circular apresenta a divisão dos valores da sua fatura. Assim fica a saber que parte corresponde à eletricidade, aos serviços extra e aos impostos. Aqui também encontra o total a debitar ou a pagar, a data limite de pagamento ou quando será efetuado o débito, dependendo da modalidade e escolheu para o seu contrato de luz.

Aqui encontra a informação sobre a sua evolução do consumo elétrico (kWh) bem como da faturação (€) nos meses indicados. Além disso, também se realiza uma média mensal do seu consumo. Ainda nesta área encontra informações sobre as suas leituras da Endesa. Pode ficar a saber:

  • Valor da leitura estimada, caso não tenha enviado as leituras;
  • Valor da leitura real, caso tenha enviado as leituras do seu consumo real;
  • Data recomendada para enviar as leituras do seu contador;

Mensagens e informações úteis da Endesa, como promoções ou novos serviços de eletricidade da Endesa.

No rodapé de todas as páginas, encontra os principais contactos da Endesa, como por exemplo:

  • Número de apoio ao cliente Endesa;
  • Número para comunicar avarias;
  • Número para resolver avarias;
  • Email de apoio ao cliente;
  • Site da Endesa.
Página 2

Além do número de ordem de pagamento, encontra o saldo anterior e o saldo pendente de pagamento.

Saiba qual é o total da faturação da Endesa. Mas, antes disso, há vários valores que lhe são apresentados numa tabela que ocupa a página quase toda. Para fazer as contas de quanto vai pagar no final do mês, são-lhe apresentados os valores de fatores como:

  • Energia: Cálculo do preço do kWh da Endesa;
  • Termo de Potência: Cálculo do valor que paga pela potência contratada;
  • Descontos: que lhe podem ser aplicados ou não, consoante a tarifa que escolheu;
  • Taxas: Contribuição Audiovisual e Taxa de Exploração da Direção Geral de Energia e Geologia;
  • Serviços Extra: Valor a pagar pelos serviços adicionais contratados;

Neste quadro indicam-se os valores das leituras (kWh), as datas a que se referem, bem como o tipo de leitura atribuído: que pode ser real ou estimado. Abaixo, em letras mais pequenas, está também explicada a diferença entre o que o cliente paga com a tarifa da Endesa e o que pagaria se contratasse a EDP Universal, com a tarifa regulada que serve de base de comparação. Também neste espaço são indicados outros fatores que podem interessar-lhe:

  • Pegada Ecológica CO2: valor calculado com base no fator de emissão do gás em Portugal/Europa e é utilizado por todos os comercializadores;
  • Zona de Qualidade de Serviço: pode variar entre A, B e C e indicam a qualidade do serviço. A zona A corresponde a localidades com mais de 25 mil clientes e a C com menos de 25000 clientes. Já a B representa localidades com mais de 2500 e menos de 25 mil clientes;
  • Tarifas de Acesso às Redes: Valor pago por todos os clientes pelo transporte e distribuição de eletricidade.
Página 3

Identifica algumas informações que podem ser úteis, especialmente se quer fazer alguma alteração ao contrato da Endesa:

  • Código do Ponto de Entrega (CPE)
  • Código da Atividade Económica;
  • Número do contador de luz;
  • Potência Contratada (entre os 3.45 e os 20.7 kVA);
  • Tarifa Contratada (simples, bi-horária ou tri-horária)
  • Ciclo Horário (diário ou semanal);

Um gráfico circular reparte a energia consumida pelas várias fontes de energia renováveis e não renováveis em Portugal:

  • Carvão;
  • Gás Natural;
  • Hídrica;
  • Fóssil;
  • Eólica;
  • Renováveis;
  • Outras.

Além de algumas dicas de poupança, o fornecedor de energia indica também que outros serviços extra pode contratar. Se a Endesa tiver alguma oferta de energia equiparada à tarifa regulada, também é nesta zona que está essa informação.

Fatura Goldenergy

Se optou por contratar luz da Goldenergy, apesar das informações serem transversais a todas as faturas - como a da EDP que explicamos acima - pode mudar um pouco o posicionamento ou a forma como os dados são apresentados. Assim, agora explicamos como ler a fatura da luz da Goldenergy.

Como ler Fatura
Página 1

Logo no início da fatura, no canto superior direito da mesma, constam os números de telefone da Goldenergy: o número comercial e o de emergências de eletricidade.

O envio de leituras está destacado numa caixa de texto com o título "Não se esqueça de comunicar a sua leitura". Aí surgem os contactos da Goldenergy que deve utilizar para enviar as leituras, bem como a data ideal para que o faça.

Cinco pequenos ícones indicam o valor a pagar por cada elemento da fatura:

  • NIF do titular do contrato da Goldenergy;
  • Nome do titular;
  • Número de cliente;
  • Número do contrato;
  • Energia Contratada: neste caso, eletricidade;
  • Morada de Fornecimento;
  • Código do Ponto de Entrega;
  • Potência Contratada: que inclui também o tarifa e ciclo horários.

O rodapé da primeira página da fatura funciona como um talão de pagamento da Goldenergy. Pode recortá-lo e dirigir-se a qualquer loja CTT, agente Payshop ou posto de correios para proceder ao pagamento. Se preferir, pode também pagar a fatura dirigindo-se a um multibanco, selecionando a opção "Pagamento de Serviços" e colocando os dados da entidade, referência e montante que estão no talão. Por último, pode também ativar o débito direto, para que lhe retirem o dinheiro diretamente da conta.

Página 2

Na primeira parte da tabela surgem os números das leituras - tanto a atual, como a anterior - e as datas em que foram retirados. Esses números são utilizados para os detalhes da fatura que são especificados abaixo. Aqui fica a saber qual a soma do seu consumo de eletricidade com o preço da potência contratada. Conhece, assim, o preço da eletricidade da Goldenergy. Ainda assim, para o total faturado ainda falta fazer algumas contas, que explicamos abaixo.

Aqui apresenta-se o valor a pagar pelas taxas e impostos que incidem sobre a eletricidade:

  • Imposto Especial de Consumo de Eletricidade: paga ao Estado é um imposto sobre os produtos pretolíferos e energéticos;
  • Contribuição Audiovisual: financiamento do serviço público de radiodifusão e de televisão (RTP);
  • Taxa de Exploração Direção Geral de Energia e Geologia: paga ao Estado pela utilização e exploração das instalações elétricas;

Um quadro indica quais são os valores que que lhe foram cobrados ou devolvidos, como é o caso de juros.

Aqui, ao total da eletricidada, somam-se as taxas, impostos, débitos e créditos e aplica-se o IVA - que pode ser de 6% ou de 23% - e calcula-se o valor total que é faturado e que o cliente tem de pagar.

No rodapé desta página reparte a energia que é comercializada pela Goldenergy: num gráfico apresenta-se a utilização da energia hídrica, gás natural, carvão ou outras. Além disso, surgem também informações sobre:

  • Tarifas de Acesso às Redes: pelo transporte e distribuição da eletricidade;
  • Emissões de CO2;
  • Gasto médio diário de eletricidade;
Página 3

Um quadro onde se indica a diferença entre os valores que vai pagar com a tarifa que tem contratada atualmente e o que pagaria com a tarifa regulada da EDP Universal. A partir daí, consegue se está a poupar ou não. A Goldenergy indica também se possui uma oferta de eletricidade que possa ser equiparada ao regime do Mercado Regulado da eletricidade.

Fatura da Luz: Eletrónica ou em Papel

Muitas vezes, os clientes pensam que, ao pedir a fatura da luz em papel, vão ter de pagar mais. Saiba desde já que não: ao pedir as suas faturas da eletricidade nesse formato não paga mais. No entanto, para incentivar os clientes a pedirem faturas da luz eletrónicas, muitas vezes as comercializadoras de energia associam as faturas eletrónicas a descontos nas faturas de energia.

A fatura eletrónica da luz é exatamente igual à fatura em papel. Ambas lhe chegam mensalmente a casa: uma por email, outra por correio. O que as une é que ambas são válidas e cumprem todas as exigências legais.

Se, neste momento, tem contratada a fatura em papel, deve saber que pode aderir à fatura eletrónica da luz a qualquer momento, sem custos associados.

  • Vantagens Faturas Eletrónicas da Luz
  • Evita atrasos ou extravios do correio;
  • Mais fácil e cómodo;
  • Mais ecológico, evitando o gasto desnecessário de papel;
  • Descontos nas faturas;
  • Faturas sempre disponíveis no email;

Lembre-se que o contrário também é possível. Se, depois de experimentar as eletrónicas, quiser voltar às faturas da luz em papel, também pode fazê-lo. No entanto, receordamos que, se tal acontecer, podem existir alterações ao seu contrato, nomeadamente a perda descontos que tinha anteriormente e que estavam associados ao seu tipo de fatura de luz.

Calcular Fatura da Luz

Fórmula para Calcular Valor Final da Fatura da LuzEletricidade consumida em kWh x Preço kWh) + Custos com a potência + Taxas e Impostos

Assim, antes de tudo, multiplique a eletricidade que consumiu (kWh) pelo preço do kWh praticado pela sua fornecedora. Em seguida, deve somar a esse valor os custos com a potência contratada e as taxas e impostos que são obrigatórios e que estão igualmente presentes na sua fatura. No final da conta, fica com o valor que terá de pagar nesse mês à sua fornecedora de energia.

Como pagar Fatura da Luz?

Pode optar por vários métodos de pagamento da luz:

  • Débito Direto;
  • Referência Multibanco;
  • Paypal;
  • Payshop;
  • Nos Balcões CTT;
  • Cartão de Crédito

De todos estes métodos, destacamos o pagamento da luz por débito direto, uma vez que, em muitos casos, está associado a descontos na fatura da luz.

Se alguma se lembrar "Esqueci-me de pagar a fatura da luz!" depois do prazo estabelecido e indicado na sua fatura, saiba que há soluções e que só em situações de atrasos recorrentes é que corre o risco de que lhe cortem a luz. Se ainda não passaram cinco dias desde a data limite para pagar a luz, pode pagar o montante numa caixa de Multibanco, Loja ou Agente da sua fornecedora. Se já passaram seis ou mais dias, deve entrar em contacto diretamente com a sua fornecedora de energia o mais rápido possível, para que esta lhe atribua uma nova referência Multibanco. Nesse caso, deve pagar o valor da fatura da luz no mesmo dia em que recebe o número com a nova referência.

Problemas de Faturação da Luz: Fatura em atraso

Um dos problemas nas faturas da eletricidade que é mais apontado pelos consumidores à sua fornecedora é, normalmente, haver alguma fatura de luz em atraso.

Se a sua fornecedora de luz não lhe envia as faturas de eletricidade há vários meses, não está a cumprir o contrato estabelecido. Assim, o cliente pode pagar em prestações os valores que não lhe foram cobrados atempadamente.

Normalmente, os contratos de eletricidade são cobrados mensalmente. Tal não acontece se o contrato implicar uma periodicidade de pagamento diferente (bimensal ou trimensal, por exemplo) ou se o consumidor contratar um plano pré-pago de energia. Deixando de parte esses casos, deve receber uma fatura da luz por mês.