chamada gratuita

Quer saber qual a melhor tarifa para a sua casa?

Saiba como pode poupar mais no fim do mês contratando a tarifa e o ciclo horário ideais para a sua casa e o seu consumo.

Unidades de medida: Watt, ampere, como converter kVA em kW e m3 em kWh

Unidades Medida Energia

Nas suas faturas de eletricidade e gás natural encontra unidades de medida como: kWh, kW, kVA, Amperes ou m3. Mas afinal, o que é que isso significa? Neste artigo, descubra para que servem e como calcular.


Saiba ainda a quantos watts corresponde um ampere e veja como converter m3 em kWh.

Unidades de Medida de Eletricidade

Entender todas as informações da sua fatura da luz ou do seu contador de eletricidade parece uma missão impossível? O primeiro passo para resolver o quebra-cabeças é conhecer as diferentes unidades de medida que lá estão representadas:

  • kW (kilowatts): mede a potência elétrica ativa.
  • A (amperes): mede a intensidade da corrente elétrica;
  • kVA (kilovolt amperes): mede a potência elétrica reativa;
  • kWh (kilowatts hora): mede a energia elétrica que se produz e consome durante um determinado período de tempo;
  • V (volt): mede a tensão elétrica;
  • W (watt): unidade de medida de potência elétrica.

Conhecer estes conceitos vai ajudá-lo a entender melhor como calcular a potência elétrica ideal face ao seu consumo de eletricidade e se correponde à potência que tem contratada.

Chamada Selectra

Quer saber qual a potência elétrica ideal para o seu consumo de energia?

Saiba como pode poupar mais no fim do mês contratando a potência e a tarifa ideais para a sua casa e o seu consumo.

Watt: O que é?

Representado por um W, o Watt é uma das principais unidades de medida de eletricidade e identifica a potência elétrica. É em watts que se consegue calcular a medida de potência real consumida por cada eletrodoméstico de sua casa.

O que tem o Watt a ver com o kW? A partir do Watt surgem diversos múltiplos desta unidade de potência, entre os quais aparecem o kilowatt (kW) e, por sua vez, o kilowatt hora (kWh), especialmente importantes quando a temática é a eletricidade.

Qual a diferença entre kW e kWh?

Já sabemos que tanto o kW como o kWh da eletricidade são unidades de medida que variam do Watt. No entanto, para entender melhor a sua fatura da luz, é importante que compreenda as diferenças entre cada uma delas.

Tal como acontece com os metros e os quilómetros, um kilowatt equivale a 1000 watts. Esta conversão é bastante simples: basta multiplicar.

Como converter W em KWh? O conceito é um pouco mais complexo, mas vamos ajudá-lo a descomplicar. O kWh é a medida de eletricidade produzida ou consumida ao longo de um determinado período de tempo. Ou seja, se a sua casa consumir 1 kW durante 60 minutos, estará a consumir 1000 Watts por hora. Já se consumir 2.5 kW a cada 60 minutos, o seu consumo será de 2500 kWh.

É através do kWh que conseguimos determinar o termo de consumo que aparece na fatura de energia, para a luz e o gás natural. E como se calcula? A fórmula é esta:

kWh LuzkWh = Watt x hora

kVA: Kilovolt Ampere

As unidades de medida da eletricidade já começam a fazer sentido mas uma das dúvidas mais comuns continua no ar. Tanto o kW como o kVA são unidades de potência elétrica mas, afinal, qual é a diferença entre cada um deles?

Diferença entre Kilowatt e Kilovolt Ampere
Kilowatt (kW) Potência ativa - potência real consumida pelos seus equipamentos elétricos e eletrodomésticos, por exemplo.
Kilovolt Ampere (kVA) Potência reativa - potência aparente que se estima que um determinado sistema elétrico consuma. Esta é a medida de luz utilizada para definir a potência elétrica contratada para o seu imóvel.

1 kVA = 1000 amperes

Desta forma, quando procurar a potência contratada na sua fatura de eletricidade, saiba que aparecerá em kVA. E, caso precise de converter a potência elétrica de kVA para kW, saiba que 1 kVA corresponde a 0,8 kW.

Nas tarifas elétricas, o kVA representa o termo fixo da eletricidade, que é o valor fixo a pagar pela luz independentemente dos seus consumos.

A potência reativa (em kVA) é sempre superior à ativa (em kW). Ou seja, a potência contratada para a sua casa é maior que a potência consumida pelos seus equipamentos elétricos.

Qual é a fórmula da potência em kVA?


kVA LuzkVA = Tensão Elétrica x corrente

Volt: O que significa

Quando falamos em eletricidade, outra unidade de medida comum é o Volt. Representado pela letra V, é o responsável pela medição da tensão elétrica.

A tensão elétrica é a força responsável pela movimentação dos elétrons num determinado circuito elétrico. Simplificando, pense que se trata da energia necessária para acender uma lâmpada, carregar o seu telemóvel ou pôr uma máquina de roupa a lavar, entre outras rotinas para as quais necessita eletricidade.

Se quiser confirmar a voltagem necessária para, por exemplo, carregar o seu telemóvel, pode verificar essa informação nas letras mais pequenas do transformador. Já nas tomadas de casa, a tensão elétrica média é de 110 V, embora seja possível encontrar algumas que alcancem os 220 V.

"Preciso de medir a voltagem exata das minhas tomadas. Como faço?" O ideal, será utilizar um voltímetro, que está entre os principais aparelhos de medida usados em eletricidade.

1 Ampere vale quantos Watts?

Esta é das questões mais comuns quando falamos em unidades de medida de energia. Ainda assim, não é possível converter watts em amperes. O que sim podemos fazer é relacionar amperes, watts e volts na mesma equação, de modo a calcularmos o valor de cada um e passarmos os amperes para watts.

Por exemplo, no caso de uma corrente alternada, como a corrente elétrica de sua casa, os Watts serão o resultado da multiplicação do fator potência pelos Volts e pelos Amperes. Ora veja:

Conversão Medidas Luz

Considerando uma voltagem de 110 V para 1 Ampere, calculamos:


Watts = Fator Potência x Amperes x Volts

Se assumirmos que o Fator de Potência é de 0.8, então teremos: 0.8 x 1 Ampere x 110 V = 88 W

Para interpretar os cálculos importa, também, que entenda os seguintes conceitos:

  • Ampere: representado com a letra A, o ampere mede a intensidade da corrente elétrica. É comum aparecer nos contadores de luz e em documentos técnicos de eletricidade;
  • Fator de Potência: calcula-se dividindo a potência ativa (em kW) pela potência aparente (em kVA) e indica a eficiência com que está a ser utilizada a sua eletricidade;
  • Corrente Alternada: é um tipo de corrente elétrica cujo sentido varia ao longo do tempo como, por exemplo, é o caso da corrente elétrica em sua casa;
  • Corrente Contínua: ao contrário da alternada, a corrente contínua mantém sempre o mesmo sentido ao longo do circuito elétrico. É o caso das pilhas ou das baterias, por exemplo.

O que é uma amperagem? A amperagem é feita por eletricistas ou técnicos das fornecedoras de energia quando se realizam inspeções técnicas ou serviços de assistência e visa calcular, em amperes, se a eletricidade recebida pelos seus eletrodomésticos é a mais adequada para o seu rendimento energético e funcionamento.

Gás Natural: Unidades de Medida

Tal como na eletricidade, também é importante conhecer as unidades de medida do gás natural que vêm expressas nas suas faturas ou no contador.

No entanto, no caso do gás natural, o contador mede-o em metros cúbicos (m3) e nas faturas os consumos são representados em kilowatts hora (kWh), embora estes documentos contenham também a informação de m3 e apresentem a conversão entre as duas unidades de medida.

Em 2008 as fornecedoras deixaram de contabilizar o preço do gás natural em m3 e passaram a utilizar o kWh como unidade de medida referente ao consumo da energia.

Converter m3 em kWh?

Com a alteração da unidade de medida no preço do gás natural, a questão mais comum é: Como converter m3 em kWh? À partida, esta não é uma preocupação que precise de ter, uma vez que a conversão relativa ao seu consumo vem explícita na sua fatura.

Ainda assim, se quando efetuar a leitura do seu contador de gás natural quiser converter os m3 em kWh, vamos ajudá-lo a fazer as contas.

Unidades Medida Gás NaturalkWh = Consumo (m3) x Fator de Correção do Volume (FCV) x Poder Calorífico Superior (PCS)

Assim, ao multiplicar o seu Consumo em m3 pelo Fator de Correção do Volume e pelo Poder Calorífico Superior (PCS), obterá o valor consumido em kWh. Posto isto, o que são o Fator de Correção do Volume e o Poder Calorífico Superior?

  • Poder Calorífico Superior (PCS): refere-se à quantidade de energia contida entre a temperatura de combustão e o combustível. No caso do gás natural, o PCS médio é de 11,9 Kwh/m3;

  • Fator de Correção do Volume (FCV): é aplicado ao valor da energia para converter o volume real medido pelo seu contador num valor que possa ser cobrado pela sua companhia, que terá em conta a pressão e a temperatura do gás. Varia de companhia para companhia mas, habitualmente, está entre 0,94 e 0,99.

Poderá consultar estes valores na sua fatura de gás natural.

Atualizado em