Um especialista sempre à sua disposição

211 451 726 Nós ligamos

Fibra, ADSL, TV e Tarifários: conheça todas as informações

You are here

fibra adsl e satelite portugal

Saiba qual é o nível de cobertura de fibra, satélite e de ADSL em Portugal e como pode realizar o teste de cobertura para a sua zona de residência. Fique também conhecer os pacotes de TV, Net e Voz mais baratos, como comparar os diferentes tarifários e saber os detalhes de outros serviços de telecomunicações: roaming, VoIP e as plataformas de video streaming.


Fibra Ótica em Portugal

Quer testar a sua cobertura de fibra?Os nossos especialistas podem ajudá-lo, gratuitamente.
Testar cobertura

Não há característica mais importante tanto para fibra ótica, ADSL ou satélite do que a velocidade de transmissão dos conteúdos. Neste momento, a fibra ótica é a rede que envia a informação mais rapidamente. É muitas vezes equiparada a uma faixa de rodagem sem qualquer problema ou distúrbio capaz de afetar a chegada de informação ao consumidor.

Em pouco mais de 20 anos, o nível e a qualidade da cobertura de fibra em Portugal melhorou drasticamente. De uma simples conexão por ADSL, os consumidores passaram para uma ligação de fibra através de cabo coaxial e, atualmente, através de tecnologia FTTH (Fiber To The Home).

Esta evolução tornou possível que a qualidade dos serviços de telecomunicações também melhorassem. Os valores da mensalidade dos pacotes de TV, Net e Voz conseguiram manter-se sempre de acordo com nível de vida dos portugueses.

Com a evolução dos tipos de conexões, a velocidade de internet usada pelos clientes de telecomunicações também melhorou. Os míseros 30 Mb passaram para os 100 Mb e é a velocidade de internet usualmente colocada nos pacotes de serviços.

Por outro lado, a qualidade dos canais de televisão também melhorou e, neste momento, é possível ver canais com definição HD, Full HD, Ultra HD ou 4K. Neste momento também já estão a ser testados equipamentos televisivos com definição 8K.

A melhoria da fibra ótica em Portugal é um processo que atualmente ainda decorre. Para além das melhorias no serviço de televisão, também a rede móvel é desenvolvida pelas equipas técnicas.

Neste momento, os primeiros testes para a rede 5G já estão a ser realizados pelas diferentes operadoras de telecomunicações. É um processo equivalente a uma "bola de neve": quando a rede de fibra ótica é melhorada, todos os serviços (televisão, internet e voz) são melhorados.

Apesar de Portugal ser um país pequeno e com possibilidade de ter uma cobertura total de fibra, é quase impossível que todas as pessoas consigam ter uma ligação de fibra em casa. Apesar desse entrave, as operadoras estão empenhadas em ter uma instalação total de fibra em Portugal por ser um processo com custo mais baixo, em comparação com outros países europeus.

Ainda há muito para ser feito relativamente à instalação de fibra ótica em Portugal, como é o caso da substituição de cabo coaxial por FTTH. Só assim é que os consumidores conseguem usufruir de toda a velocidade de internet, já que a operadora consegue fornecer o cliente de forma direta.

Um estudo da OCDE mostra que a fibra ótica em Portugal tem uma taxa de penetração de 31.5%. Encontra-se acima da média mundial: 29.8%. Aos poucos, as operadoras de telecomunicações vão realizando esforços em conjunto para o aumento da área abrangida com fibra.

Um dos exemplos mais notáveis da extensão da fibra óptica é a da Altice Portugal (que possui a operadora MEO no seu catálogo de marcas) que quer levar esta rede para a Madeira. Os primeiros passos já foram dados: foi criada a Altice Madeira, uma marca focada na extensão da fibra por esta região.

Os resultados da evolução deste tipo de rede já são notórios com o aumento da adesão de fibra em Portugal. A ANACOM indicou que houve um aumento de 205 mil acessos no primeiro semestre de 2018 (cerca de mais 5.9%) do total de 3.67 milhões de acessos à internet em local fixo.

O acesso à internet através de fibra ótica aumentou cerca de 25.5% durante o primeiro semestre do ano passado, tanto para tecnologia FTTH. Estes números comprovam que tudo está encaminhado para uma cobertura massiva da fibra ótica em Portugal.

Com o aumento do nível de cobertura de fibra ótica em Portugal, muitos dos pacotes fornecem 1 Gb de velocidade, um maior número de canais de televisão e chamadas internacionais grátis para mais destinos.

Ano para ano, os clientes exigem mais qualidade nos serviços de telecomunicações. Pedem mais velocidade de internet para conseguirem ver os conteúdos de video streaming, fornecidos pela Netflix ou HBO Portugal, e definição 4K nos canais de TV.

Estes são só alguns exemplos dos pedidos realizados pelos consumidores à medida que a qualidade da internet vai melhorando. Existe uma diferença entre 20 anos de história na tecnologia. Quem viveu plenamente nos anos 90 não usufruiu de smartphones, de uma ligação de internet rápida ou das melhores funcionalidades das redes sociais.

Vai ser quase impossivel que todos os consumidores utilizem a ligação através de fibra e, por isso, vamos dar-lhe a conhecer o estado da internet por satélite em Portugal e da ADSL em Portugal.

Internet por Satélite em Portugal

É importante que o consumidor saiba que as apostas das operadoras centram-se na melhoria da fibra ótica em Portugal e de nenhuma outra rede. No entanto, a internet por satélite continua a ter um elevado número de consumidores por uma única característica: o elevado nível de cobertura em Portugal.

A instalação da internet por satélite não implica a utilização de qualquer cabo ou aparelho. Por isso, este tipo de conexão é o mais adequado para regiões que não estão abastecidas com os cabos necessários para as ligações através de fibra ou ADSL.

O funcionamento ocorre entre uma antena parabólica instalada na casa do cliente o satélite em órbita no planeta. Desta forma, não é utilizado qualquer cabo ou fio num serviço de internet por satélite. Num primeiro momento, o modem envia os dados para a antena, encarregue de transmitir os dados para o satélite.

O satélite recebe a requisição enviada pela sua antena e comunica com uma segunda antena, de forma a que os dados sejam enviados novamente para a antena instalada na sua residência. Toda a informação é recebida pelo seu modem, que trata de enviar as informações necessárias para o computador.

Este processo necessário para o bom funcionamento da internet por satélite é extremamente rápido, ao contrário do que pode parecer pela nossa descrição.

Pela não envolvência de cabos em grande parte do processo de instalação, a cobertura de satélite em Portugal é extremamente elevada. Se conhecer alguém que viva longe das principais cidades, é provável que tenha televisão, internet e telefone fixo por satélite.

Apesar da velocidade da internet por satélite ser mais alta do que as ligações por ADSL, não consegue ser mais elevada do que as conexões por fibra.

  • Uma das principais desvantagens associadas a este tipo de ligação é a facilidade com que a rede pode ser perturbada, ao mais pequeno sinal de mau tempo. Qualquer objeto que passar à frente da antena parabólica pode também prejudicar a qualidade do serviço, facilmente notado pelos consumidores.

Quer saber mais sobre a internet por satélite em Portugal? Apesar de existirem menos clientes de ano para ano, há ainda um grande número de clientes com internet por satélite. Pode conhecer todos os detalhes sobre a cobertura de satélite em Portugal: o número de clientes e os pacotes de serviços neste tipo de rede no artigo que partilhamos consigo.

ADSL em Portugal

Conhecida como Assymmetric Digital Subscriber Line, a ADSL é um tipo de conexão que se popularizou antes da utilização da fibra ótica no nosso país. Para o bom funcionamento deste tipo de rede, é utilizado o sistema de telefone para a transmissão de dados a uma alta velocidade.

Este foi o primeiro sinal da evolução da tecnologia necessária para a ligação à internet. Anterior à ligação por ADSL, os consumidores só conseguiam aceder à web com ligação do modem ao computador e, por isso, este novo tipo de conexão foi início da mudança no consumo de internet.

A tecnologia por ADSL começou a ser usada em 1989 e foi totalmente inovadora por usar a estrutura de telefonia para a ligação à internet, tornando possivel que as pessoas navegassem nas diferentes páginas web e se realizassem chamadas telefónicas ao mesmo tempo.

Apesar da rede ADSL ser a mais conhecida no nosso país, graças à publicidade realizada pelas companhias de telecomunicações que fornecem o serviço, existem outros tipos de tecnologia que pertencem à ADSL: DSL (Digital Subscriber Line) e também a xDSL.

Mesmo nos dias de hoje, ainda não é possível receber ou realizar duas chamadas telefónicas ao mesmo tempo. Mas com a internet por ADSL torna-se possível fazer chamadas e estabelecer ligações ao mesmo tempo. É muito simples: enquanto realiza a chamada no telemóvel, é utilizada uma pequena parte da capacidade de transmissão da linha e é por este motivo que só é possível realizar uma chamada de cada vez. As tecnologias de ADSL fazem uso da outra parte da capacidade de transmissão não utilizada para ser possível navegar na internet e realizar chamadas ao mesmo tempo.

Colocando de lado questões mais técnicas sobre a tecnologia da ADSL, é importante salientar que a linha telefónica num acesso de internet por ADSL é apenas um meio de conexão, espelhado num conjunto de fios. A conexão ocorre graças a equipamentos colocados nas dos clientes e instalados nas operadoras de telecomunicações.

Importa salientar que o modem de ADSL é o aparelho mais importante, instalado na casa do consumidor. É conectado aos fios através de uma linha telefónica existente (denominada como ATU-R), sempre intermediada com um micro filtro (splitter). Este modem de ADSL, utilizado como equipamento de Wi-Fi, está conectado à central telefónica da operadora.

Desse lado das operadoras, cada linha de telefone é separada com a ajuda de splitters para que os diferentes tipos de comunicação (voz e outros tipos de comunicação) sejam enviados para canais diferentes.

Ao estabelecer conexão com o Wi-Fi de sua casa, sempre que for rede de ADSL, é fundamental saber que quanto mais longe estiver da central (fornecedora do serviço) menor ser a qualidade da rede. Os consumidores que utilizarem a internet nos limites de distância usufruem de velocidade muito abaixo da prometida.

Os dados da ANACOM mostram que a ADSL em Portugal tem cada vez menos adesão. No primeiro semestre de 2018, só 18.4% dos acessos a internet fixa (dos 3.67 milhões de acessos) foram realizados por ADSL.

A diminuição dos clientes com ADSL em Portugal está a acontecer devido ao aumento da cobertura de fibra no nosso território, como lhe vamos dar a conhecer.

Cobertura de fibra em Portugal

cobertura de fibra em portugal

Antes de partilhamos os níveis de cobertura de fibra em Portugal, queremos dar-lhe a conhecer um estudo realizado pela empresa alemã Wik Consult e partilhado previamente no blog da MEO: O Impacto Socioeconómico do FTTH, focado na Suécia e Holanda.

Este estudo mostra que até nas zonas rurais, as ligações de fibra através da tecnologia FTTH trazem benefícios para as pessoas. Os habitantes de zonas rurais são os que mais necessitam de cobertura de fibra e são os que, na sua grande maioria, não podem ter. Este estudo realizado pela Wik Consult mostra que os utilizadores com acessos de fibra para casa (FTTH) são 11% mais ativos online.

Por terem mais velocidade e qualidade nos seus serviços de fibra contratados (tanto TV, Net e Voz) acabam por interagir mais nas redes sociais, consultarem mais informações, consumirem um alto volume de conteúdos de entretenimeto e investigarem mais sobre os serviços locais. Consumidores ativos fazem-se com velocidades de 1 Gb de internet, só possível graças a ligações de fibra.

De acordo com a OCDE, o nosso país está com um nível de cobertura de fibra mais elevada em comparação com a França, por exemplo. Existe uma penetração de mais de 25% de fibra fornecida através de tecnologia FTTH no nosso país, enquanto que na França a média é de cerca de 10%. A Alemanha e Itália são exemplos de países que têm um menor volume de penetração: entre 5% e 1%.

A ANACOM também lançou bons números sobre a taxa de penetração da FTTH no primeiro semestre de 2018: 15 por 100 habitantes, que se traduz num aumento de 2.1 pontos percentuais em relação ao período homólogo.

Com o aumento da qualidade do serviço de internet de fibra, cresce também o tráfego de acesso à internet em banda larga. Só no primeiro semestre de 2018, em comparação com o período homólogo, o valor do tráfego aumento 48.1%. Este valor foi atingido graças ao aumento da intensidade de utilização, que começou a ser notório a partir do momento em que começaram a ser lançadas aplicações de video streaming, em 2016.

Por se ter tornado na principal forma de acesso à internet em banda larga fixa (42% do total do total de 3.67 milhões de acessos), pode concluir-se que a cobertura de fibra está a aumentar em Portugal. Tem-se registado nos últimos semestres um ritmo de crescimento elevado da cobertura, uma vez que há sempre mais de 150 mil acessos em FTTH.

Nos últimos 12 meses, os clientes de fibra ótica aumentaram 25.5%, com mais 313 mil acessos. No total, mais de 1.54 milhões de acessos foram realizados através de FTTH.

Conheça agora as operadoras de telecomunicações em Portugal que fornecem os seus serviços em fibra ótica, algumas informações para aderir a TV, Net e Voz e ainda alguns conselhos para comparar preços de tarifários e de telemóveis.

Operadoras de telecomunicações em Portugal

Sabia que as telecomunicações em Portugal começaram no século XIX (1880) e que estiveram a cargo dos CTT? Em pouco mais de cem anos, alguns desenvolvimentos foram realizados na área das telecomunicações e tecnologia. Partilhamos resumidamente para ficar a conhecer os processos anteriores à criação das operadoras portuguesas:

  • Num primeiro momento, o desenvolvimento do telefone e telegrama permitiu que os contactos familiares se realizassem com mais frequência. A construção e melhorias dos parques de acessos telefónicos entre 1935 e 1995 permitiram que os serviços de TV, Net e Voz chegassem a zonas rurais.
  • Apesar da estagnação provocada pela Segunda Guerra Mundial, entre 1939 e 1945, o consumo das telecomunicações chegou a níveis muito elevados e consolidou-se entre 1950 e 1970. Todo o território de Portugal continental e as ilhas automatizaram as redes telefónicas até 1985. As primeiras centrais telefónicas digitais começaram em 1987 e estavam situadas em Carnide (Lisboa) e Aveiro.

Apesar dos primeiros anos serem facilmente colocados numa cronologia, as diferentes características que contribuíram para a evolução das telecomunicações em Portugal tornam esta tarefa mais difícil. A transmissão passou a ser possível com a utilização de cobre, fibra ótica e rádio. Deixou também de ser exclusivamente analógica para conter tecnologia SDH e ATM.

Aos poucos, com a substituição do trabalho manual das telefonistas pelas centrais automáticas, a personalização, gestão e oferta de múltiplos serviços começaram a fazer parte dos universo das telecomunicações. De acordo com as informações recolhidas na BOCC, as companhias de telecomunicações passaram a operar em regime de concorrência com serviços de telefonia, dados, televisão e multimédia.

A primeira operadora de telecomunicações em Portugal foi a Telepac e começou a sua atividade em 1985, com o produto Netpac a fazer sucesso entre os consumidores portugueses.

Em 1988, apareceram os primeiros telemóveis e eram aparelhos pesados, fixos em automóveis e caros. Os clientes com este aparelho só podiam comunicar com outras que só estivessem relativamente próximos.

Com a atuação da operadora TMN, surgiram outras duas - a Telecel e Optimus - focadas em serviços móveis. Relativamente ao fornecedor de televisão por subscrição, a TV Cabo Portugal começou em 1994 e só um ano depois é que começou a comercializar os serviços. O número de canais premium tem vindo a crescer até aos dias de hoje.

As fusões entre diferentes companhias deu origem a quatro principais operadoras, com serviços de TV, Net, Voz e Telemóvel, e também companhias com tarifários para jovens:

De forma a chegarem ao público mais jovem, três das grandes operadoras criaram marcas com tarifários sub-25 (planos de comunicações para pessoas com menos de 25 anos), como pode ver mais abaixo:

  • Operadora WTF, pertencente à NOS
  • Moche, incluída na oferta da MEO
  • Yorn, marca do grupo Vodafone Portugal

Para além destas ofertas, os consumidores podem também ter cartões móveis de algumas companhias especializadas em planos pré-pagos. Significa que os clientes pagam pelos consumos que realizam, sem estarem fidelizados à companhia.

A Lycamobile e a UZO, marca da MEO, são algumas das companhias que disponibilizam este tipo de serviço e são indicadas para os clientes que não podem estar fidelizados.

São muitos os casos de pessoas que estão temporariamente numa cidade por questões de trabalho. Outras pessoas estão interessadas em analisar, em curto prazo, as campanhas realizadas pelas operadoras para aderir ao melhor serviço. Por isso, este tipo de serviço de telecomunicações em Portugal é fundamental para este público.

Quer saber mais sobre as operadoras de telecomunicações em Portugal? Sabemos que há clientes que querem sempre saber mais sobre os temas que lhes interessam e, por isso, escrevemos um artigo completo sobre as operadoras de telecomunicações no nosso país. Incluímos os detalhes sobre as principais companhias (NOWO, a NOS, a Vodafone e a MEO) e ainda escolhemos a melhor operadora em Portugal.

Pacotes de TV, Net e Voz mais baratos

Mais do que responder à questão de qual é a melhor operadora no nosso país, os consumidores estão interessados em saber quais são os pacotes de TV, Net e Voz mais baratos. Com apenas quatro companhias de telecomunicações disponíveis no nosso mercado, muitos clientes sentem que não é disponibilizada uma grande quantidade de pacotes ou serviços.

Escolher entre os pacotes com preços mais baixos depende sempre da uso diário que faz das telecomunicações. Se for uma pessoa que só utiliza telemóvel, provavelmente interessa-lhe apenas um pacote com um volume de chamadas, SMS e dados móveis grátis. Se fizer uma utilização de televisão e internet provavelmente só é necessário ter TV, Net e Voz. É o que cliente que decide quais são os pacotes de TV, Net e Voz mais baratos.

Tal como já lhe indicámos, não aconselhamos que contrate pacotes de TV, Net e Voz em ADSL e Satélite se tem cobertura de fibra na sua zona de residência.

Tenha em conta de que escolher um pacote de serviços, deve ter em conta algumas características importantes para verificar se é realmente o mais barato:

  • Mensalidade ou o preço que pagará por mês: esta é por norma o factor mais importante para o cliente.
  • A velocidade de internet. Ditará o desempenho do serviço video streaming que contratar, da definição dos canais de TV contratados, da navegação pelas páginas web, etc.
  • Número de canais do catálogo televisivo, a inclusão ou não de box e de apps televisivas.
  • Volume de chamadas nacionais e internacionais do telefone fixo
  • Quantidade de dados móveis e chamadas e SMS de um cartão móvel da NOS.

Todas estas características vão influenciar o preço final. Há pessoas que dão mais valor ao preço final, pago todos os meses, e outras preferem ter uma velocidade de internet mais elevada para conseguirem navegar sem qualquer interrupção ou falha.

A inclusão de 24 meses de período de fidelização ou de diferentes períodos de tempo também vai influenciar o valor da mensalidade. Consoante o tempo de fidelização escolhido, os consumidores têm de pagar um valor de instalação do serviço e uma mensalidade mais elevada. O valor da instalação será mais alto se for escolhido um contrato sem fidelização e diminuirá consoante o tempo escolhido: 6 ou 12 meses.

Tudo vai depender das prioridades e preferências do cliente para escolher os pacotes de TV, Net e Telefone mais baratos.

No caso de ter alguma questão sobre os pacotes de telecomunicações mais baratos do mercado, temos uma equipa de especialistas prontas para lhe apresentar as melhores opções. Ligue para os 211 451 726 para ter acesso às comparações dos nossos técnicos e tomar a sua decisão.

Comparar preços de tarifários e de telemóveis

A comparação de pacotes de TV, Net e Voz pode ser um trabalho árduo, mas acreditamos que com as ferramentas certas irá conseguir tomar uma decisão mais acertada e em pouco tempo. A regra primordial para aderir a qualquer serviço de telecomunicação é incluir os serviços necessários num só pacote.

Se contratar o serviço móvel de uma companhia, a internet de outra e o serviço de televisão e telefone fixo de uma terceira companhia verá que pagará muito mais. Os pacotes com 4 produtos ou mesmo 5 tendem a ser mais baratos do que os que têm dois ou três.

O tipo de rede do pacote também vai influenciar. Ao comparar TV, Net e Voz em ADSL e fibra pode denotar que os preços são iguais, mas verá que a qualidade do serviço de fibra é sempre melhor. Por isso aconselhamos sempre a contratar fibra se tiver cobertura na sua casa.

De todas as ofertas disponíveis no mercado, podemos dizer que a NOWO é a que tem pacotes de TV, Net e Voz mais baratos. Se valoriza o preço, esta é a companhia ideal para si. Mostramos-lhe uma oferta de televisão, internet e telefone da NOWO:

TV + Net + Voz + Móvel da NOWO
VELOCIDADE
120 Mb
FIBRA
CHAMADAS
10.000 min
TEL. FIXO
PREÇO
34
por mês
FIDELIZAÇÃO: 24 meses de fidelização
TV: 90 Canais de TV (com Box NOWO TV HD)
TELEMÓVEL: Cartão NOWO com 500 Mb + 500 min./SMS

Os pacotes das restantes operadoras, com televisão, internet e voz, são um pouco mais caros. No entanto, a qualidade dos serviços acaba por ser melhor na maioria das vezes. Mostramos-lhe pacotes da NOS e da Vodafone para comparar os serviços de TV, Net e Voz:

NOS 3 (TV + NET + VOZ)
VELOCIDADE
100 Mb
FIBRA
CHAMADAS
Chamadas ilimitadas
TEL. FIXO
PREÇO
37.99
por mês
FIDELIZAÇÃO: 24 meses de fidelização
TV: 177 Canais com Box da UMA TV
EXTRAS: Desconto nos NOS Cinemas

Há vários pontos que pode observar entre o pacote da NOWO e o pacote da NOS: a mensalidade na NOWO é mais baixa, a velocidade de internet na NOWO é mais alta, mas disponibiliza menos canais de TV.

O número de destinos para chamadas fixas são quase os mesmos, mas os descontos da NOS dão mais vantagem à operadora.

Como pode ver, mais abaixo, o pacote da Vodafone fornece a mesma velocidade de internet do pacote NOS. Disponibiliza também mais canais de televisão do que a NOWO, apesar de só incluir box televisiva e 3 meses grátis de HBO Portugal.

TV + NET + VOZ da VODAFONE
VELOCIDADE
100 Mb
FIBRA
CHAMADAS
chamadas ilimitadas
TEL. FIXO
PREÇO
35.40
por mês
FIDELIZAÇÃO: 24 meses de fidelização
TV: 145 Canais (com Box)
EXTRAS: 3 meses grátis de HBO Portugal

Apesar de ser possível que os clientes da Vodafone vejam os filmes e séries da HBO Portugal grátis, no fim dos 3 meses o cliente irá usufruir das restantes condições propostas pela operadora de telecomunicações.

Uma das recomendações que fazemos aos nossos clientes é ter em atenção a todas as promoções de um pacote de serviços. Imagine que adere a um pacote de serviços com 12 meses de promoção (mensalidade mais baixa) e um período de fidelização de 24 meses. No final do tempo de promoção, ainda terá 12 meses de fidelização pela frente e o valor da mensalidade voltará ao normal.

Se não tiver atenção, no fim do período de promoção poderá ter de ficar a pagar mais do que pagaria durante 24 meses de fidelização. Por isso, veja sempre os detalhes de todas as promoções de telecomunicações.

Quer ter as melhores comparações entre pacotes de telecomunicações em Portugal? A nossa equipa de especialistas terá todo o gosto em fornecer-lhe as informações sobre todos os pacotes de TV, Net, Voz e Telemóvel do mercado português. Com o contacto telefónico, marcando o 211 451 726 podemos mostrar-lhe as melhores ofertas e tratar da burocracia inerente à contratação dos serviços.

Para comparar telemóveis, a lógica será a mesma do processo de comparação de serviços entre as operadoras. O website de cada operadora dispõe de um comparador fiável, em que pode colocar dois equipamentos móveis lado a lado e ver as diferenças entre funcionalidades, preços e garantias.

Serviços de telecomunicações: roaming, VoIP e video streaming

Para além dos diferentes tipos de redes existentes (fibra, satélite ou ADSL), que influenciam na velocidade da internet fixa ou na qualidade do serviço de televisão, e de algumas recomendações para comparar serviços de TV, Net e Voz, queremos dar-lhe a conhecer serviços que também fazem parte do universo de telecomunicações, mas não são facilmente encontrados.

Lembra-se de quando tinha de ativar o roaming sempre que viaja para o estrangeiro? E as preocupações para não gastar todo o saldo com comunicações internacionais? Com o fim do roaming para comunicações internacionais em espaço europeu, uma grande parte das pessoas deixou de estar sujeita a tarifários mais caros do que os anunciados pela operadora.

Os consumidores podem usufruir de tarifários com os preços praticados em Portugal, mas têm um limite de utilização. As operadoras colocam limites aos consumidores que viajam frequentemente no Espaço Europeu. Ao ultrapassar o limite do volume de dados móveis, SMS e chamadas em roaming, o consumidor é notificado pela operadora e pagará uma taxa extra, descontada do saldo.

Este é um serviço que, neste momento, é automático para qualquer cliente. Todos os outros serviços que lhe indicamos, como o VoIP e as plataformas de streaming, têm um custo adicional.

O VoIP é uma tecnologia que permite realizar chamadas telefónicas através de uma rede de dados (internet). O sinal de voz analógico é convertido em sinais digitais, sob a forma de pacotes com endereçamento IP que podem ser enviados com uma ligação à Internet.

Para que a tecnologia VoIP funcione é preciso ter um computador com microfone e auscultadores, um telefone IP ou um telefone tradicional conectado a um adaptador IP. Nos anos 90 chegaram a ser desenvolvidos mecanismos que permitiram colocar tráfegos multimédia sobre as redes de dados (internet).

Este é uma tecnologia (VoIP) utilizada especialmente pelas empresas para pouparem nas faturas de telecomunicações graças aos custos mais baixos por chamada e a possibilidade de escolha no serviço de voa, pelo baixo custo de manutenção e pela integração de novos serviços, como o voicemail integrado com e-mail.

A indústria das telecomunicações também fica mais diversificada e rica graças à integração dos serviços de video streaming nas operadoras de telecomunicações.

Por exemplo, neste momento é possível usufruir entre 3 a 6 meses grátis de HBO Portugal com a contratação dos serviços da Vodafone que incluam a televisão. Para além disso, algumas das operadoras possibilitam a visualização dos conteúdos da Netflix na box de televisão.

O número de consumidores de plataformas de streaming cresce cada vez mais, apesar de estar longe do número de consumidores de outros países como os Estados Unidos da América ou mesmo Espanha.

Ficou interessado em alguns dos serviços explicados acima? Quer saber mais sobre cobertura de fibra ou os detalhes das outras redes? Então marque o 211 451 726 para a nossa equipa informá-lo de todos os detalhes. Pode também deixar o seu comentário mais abaixo, queremos ouvir a sua opinião!