Um especialista sempre à sua disposição

211 451 223 Nós ligamos

Cobertura Gás Natural: Rede de Distribuição de Gás Canalizado

You are here

Gas Natural

Conheça a cobertura de gás natural de Norte a Sul do país. Saiba de onde vem e qual o processo pelo qual passa o gás natural até chegar a sua casa. Veja quais são as empresas que fazem parte da rede de distribuição de gás natural em Portugal e como pode contactar a distribuidora para proceder a uma instalação de gás natural canalizado.


Cobertura Gas Natural

O abastecimento de gás natural já se estende a quase todo Portugal Continental. Com 11 empresas que asseguram a distribuição de gás natural pelo país, são cada vez mais os portugueses que elegem esta fonte de energia para as suas casas.

Para que tal aconteça, existe um grande conjunto de infraestruturas e processos envolvidos. Estas são as fases pelas quais passa o gás natural antes de chegar ao ponto de consumo, a sua casa:

  1. Produção, que inclui a liquefação e regaseificação;
  2. Transporte do gás natural, tanto por via marítima como terrestre;
  3. Distribuição;
  4. Comercialização;

Então de onde vem o gás natural? O gás natural é extraído de jazidas e é tratado antes de chegar a Portugal. Entra em Portugal a partir de Sines e de Campo Maior. Chega a Sines, onde se encontram as terminais de receção, armazenagem e regaseificação de GNL, por via marítima, sendo transportado por barcos metaneiros. Já a Campo Maior, o gas natural chega através de um gasoduto subterrâneo que tem origem na Argélia.

Onde vem gás natural

Desde a rede de distribuição de gás natural, ao ramal de ligação e à rede interior de gás natural. São várias as estruturas que permitem que, depois de chegar a Portugal, o gás natural consiga efetivamente chegar a sua casa.

Rede Primária Gás NaturalEstas redes de transporte de gás são construídas de aço e transportam gás desde o gasoduto principal até às periferias das grandes cidades e zonas industriais.

Rede Secundária Gás NaturalResponsável pela distribuição de gás nas zonas urbanas. Construída num material de termoplástico, é instalada no subsolo, sob passeios e estradas.

Posto de Regulação e MedidaEste é o conjunto de equipamentos que permite controlar a pressão das duas redes e assegurar o bom funcionamento do sistema de distribuição em Portugal.

Ramal de LigaçãoTanto pode ser doméstico como industrial e funciona como uma ponte que liga a rede de distribuição de gas natural da via pública à casa dos clientes.

Unidades Autónomas de GásEstes depósitos armazenam gás natural que lhes chega através de camiões. São especialmente importantes em zonas do país onde, até ao momento, não existe rede de transporte de gás natural.

Todas estas infraestruturas contribuem para o bom funcionamento da rede de distribuição de gás natural nacional. Essa distribuição é nunca é interrompida, independentemente da hora e do dia do ano. A falha de qualquer uma destas estruturas pode comprometer o abastecimento de gás natural nas casas ou empresas dos portugueses.

infraestruturas Gas Natural

Rede de Distribuição de Gás Natural em Portugal

As distribuidoras de gás natural não se limitam à distribuição de gás natural. Além disso, há várias atividades que são da responsabilidade das operadoras da rede de distribuição:

  • Realizar a ligação de gás natural;
  • Leitura e inspeção dos contadores de gás natural;
  • Resolver avarias ou emergências de gás natural;

Além destas atividades, é com as distribuidoras que deve entrar em contacto para saber qual é o CUI da sua instalação. E o que é o CUI? O código universal da instalação identifica a sua instalação. Funciona como uma espécie de "Cartão do Cidadão" da instalação, é intransmissível e único para cada uma. Este código é especialmente importante para realizar a maior parte das gestões do seu contrato de gás natural.

Eis a área geográfica que representa a concessão de gás natural de cada distribuidora em Portugal Continental. Lembramos que ter a concessão não significa que a distribuição de gás natural já esteja assegurada. Significa sim que, se ou quando houver condições para existir o fornecimento de gás natural, este chegará a sua casa através dessa distribuidora. Importa também ressalvar que nas ilhas da Madeira e Açores não existe a distribuição de gás natural.

Rede Distribuição Portugal Distribuidoras

Gas Canalizado: Como funciona?

Antes de decidir se quer realizar um contrato de gás natural para o seu imóvel, convém perceber como funciona este gás canalizado.

Há dois tipos de gás canalizado: gás natural e gás propano. Enquanto o gás natural é composto maioritariamente por metano, o propano surge a partir do petróleo. Contratar gás natural é a melhor opção energética, especialmente em casos onde já existe a instalação necessária ou quando o cliente pretende viver nesse imóvel durante algum tempo. Acima de tudo, importa reter que, entre os dois, o gás natural é mais barato.

O facto do gás ser canalizado também contribui para a segurança do imóvel. Além de reduzir o risco de fuga, ao evitar as botijas, também reduz a probabilidade de existirem acidentes domésticos relacionados com o gás. Esqueça também os problemas com gás, como é o caso de ficar sem água quente enquanto toma banho. Como o fornecimento é continúo, vai ter sempre gás em casa.

Os equipamentos de gás natural produzem menos resíduos, o que faz com que durem mais tempo e tenha de fazer menos manutenções. No entanto, não se preocupe, para ter gás natural em casa vai precisar que um técnico especializado se dirija ao seu imóvel e confirme que tudo está de acordo com as normas, garantindo toda a segurança.

Ao fim do mês, além de poupar dinheiro, também poupa o ambiente. O gás canalizado é sustentável e, como vem da combustão de produtos, não produz desperdícios. É também considerado uma energia limpa, uma vez que produz quantidade reduzidas de CO2, não sendo responsável pelo efeito de estufa que existe com outras fontes de energia.

Como realizar uma instalação de gás

Se já comparou preços entre fornecedoras e outras fontes de energias e decidiu que quer fazer uma instalação de gás em casa deve preparar-se para uma inspeção de gás natural. Essa inspeção deve ser realizada por uma empresa inspetora reconhecida pela Direção-Geral de Energia e Geologia (DGEG).

Antes de tudo deve confirmar que tem uma ligação à rede disponível. Se ainda não tem nenhuma infraestrutura instalada, terá de solicitar uma inspeção inicial no final da construção e antes do abastecimento da habitação. Ainda assim, depois desse momento, terá de realizar inspeções periódicas para garantir que o equipamento está nas condições devidas.

Se já confirmou que tem essa possibilidade deve seguir os seguintes passos para realizar uma instalação de gás natural:

  1. Contratar uma tarifa de gás natural a uma fornecedora à sua escolha;
  2. Agendar a ligação de gás natural: apesar de ser agendada pela fornecedora, é o cliente que decide a hora e dia em que a mesma é realizada;
  3. Garantir que o imóvel tem luz e água disponíveis para que se possam efetuar os testes, bem como perceber se os equipamentos de gás natural estão em condições para funcionar;
  4. Autorizar a entidade inspetora da DGEG a realizar a inspeção necessária que é necessária para poder ligar o gás natural;

Certificação da Inspeção de Gás NaturalDepois das inspeções, se os equipamentos estiverem de acordo com o estabelecido por lei, a entidade responsável emite um certificado. Este documento garante que as instalações de gás natural de casa estão operacionais.

  • Entidades Inspetora de Gás Natural Autorizadas
  • Asiquality em Santo António dos Cavaleiros
  • Bureau Veritas Rinave em Lisboa
  • CIVILINSP em Coimbra
  • DELTAQ em Maia
  • Gasair em Braga
  • GASMED em Rio de Mouro
  • Globalinspe em Amadora
  • Goldinsp em Corroios
  • Hotgás em Valongo
  • Iberinsp em Almada
  • Instituto Eletrónico Português em Senhora da Hora
  • INTERVERTICAL em Viseu
  • IRP Inspeções Técnicas em Vila Nova de Gaia
  • Instituto de Soldadura e Qualidade em Porto Salvo
  • Instituto Tecnológico do Gás em Sintra
  • Markinsp Inspeções Técnicas Unipessoal em Amora
  • Plurinspec em Vila Real
  • Redinsp em Viseu
  • Redinspal em Porto
  • Setinsp em Setúbal
  • SGS Portugal em Lisboa
  • Sociedade Portuguesa Fiscalização Técnica em Caxias
  • Telecert em Faro
  • WIB Tecnologia, Inspeção e Gestão em Lisboa

Preço do gás natural: Instalação

Não é possível instalar gás natural grátis porque essa medida tem sempre custos associados. Mas não se assuste com o preço do gás natural: lembre-se que este é uma das fontes de energia mais baratas.

O que pode tornar o gás natural mais caro é exatamente a instalação, caso ainda não possua rede interior de gás natural. Os preços podem variar consoante se trate de uma instalação de gás num apartamento ou numa moradia:

  • Preço da Instalação de Gás Natural
  • Adesão conjunta / Preço por apartamento num edifício: entre 59€ e 89€
  • Adesão individual / Preço por moradia: entre 119€ e 155€

Estes preços variam dependendo da distribuidora de gás natural que lhe é atribuída e das campanhas que estão em vigor no momento em que decide instalar gás natural em casa.

Por outro lado, se já possui ramal de abastecimento até ao ponto de consumo (o seu imóvel), não precisa de se preocupar com estes gastos.

Distribuidoras de Eletricidade e Gás Natural

As distribuidoras de energia, ao contrário dos fornecedores, são quem permite que a luz e o gás chegue a sua casa. Isto é, os fornecedores são as empresas que oferecem as tarifas e é com ela que deve realizar contrato para ter energia em casa. Já as distribuidoras são responsáveis pelas instalações de luz e gás.

Contrariamente aos fornecedores, as distribuidoras de luz e gás são atribuídas de acordo com a sua zona de residência.

No caso da eletricidade, para o país inteiro, a EDP Distribuição é a única distribuidora de eletricidade operacional. E dependendo da região onde resida, terá à sua disposição uma das seguintes distribuidoras de gás natural:

Distribuidora Área de Concessão (Distritos)
beiragas Castelo Branco, Guarda e Viseu
dianagás Évora e Sines
duriensegas Porto, Vila Real e Bragança
Lisboagás Lisboa
Lusitanagás Aveiro, Coimbra e Leiria
Medigás Algarve
paxgás Beja
Portgás EDP Gás Porto
Setgás Setúbal
sonorgás Bragança e Vila Real
tagusgás Santarém, Portalegre

Se depois de saber qual é a responsável pela distribuição de gás natural na sua área de residência, quiser saber qual é o tipo de rede de distribuição da sua distribuidora, deve consultar a lista abaixo. Daí compreendemos também que a Galp Gás Natural Distribuição detém a maior parte das distribuidoras, sendo a Portgás, a Sonorgás e a Tagusgás as únicas que não são da empresa.

  • Tipo de Rede de Distribuição
  • Rede Nacional de Transporte de Gás Natural da Galp Gás Natural Distribuição: Beiragás, Lisboagás, Lusitaniagás e Setgás;
  • Operadora de Distribuição Local da Galp Gás Natural Distribuição: Dianagás, Duriensegás, Medigás e Paxgás;
  • Rede Nacional de Transporte de Gás Natural (REN): Portgás;
  • Operadora de Distribuição Local da Dourogás: Sonorgás;
  • Rede Nacional de Transporte de Gás Natural da ECS Capital: Tagusgás;

Existem assim 11 distribuidoras de gás natural em Portugal. Dessas, 6 estão ligadas à Rede Nacional de Transporte de Gás Natural. As restantes 5 são consideradas pela Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) como operadoras de distribuição locais.